Pedrascomamor, nasceu como um passatempo de alguns anos atrás.
Numa arrumação da arrecadação, encontrei uma caixa com algumas peças. Na altura pensei vender, mas ninguém queria o lote todo.
Cada vez mais se vêm páginas nas redes sociais de venda de artesanato, bijuteria.
Nada foi por acaso, o eu ter encontrado a caixa com peças e não terem sido vendidas.
No verão passado, para me entreter comecei fazer umas peças, a arranjar outras.
Entre as entrevistas de procura de trabalho, decidi, criar uma página no Instagram, onde ia colocando as fotos das peças que ia criando.
Percebi que os meus conhecimentos de redes sociais, não eram suficientes para poder criar, minimamente, páginas em condições.
Procurei e encontrei alguns cursos de Marketing para as Redes Sociais, pesquisei e em Novembro fiz uma formatação intensiva.
Foi muito importante, pois percebi que quer o Instagram, quer o Facebook, não estavam correctos nem bem feitos.
Fiquei a perceber a necessidade de criar um domínio meu.

Passada a época das festas, em que tive algum trabalho, chega Janeiro e mãos à obra.
Não só o que vai alterar nas redes sociais, mas também nas peças.

Cada peça que faço é como se fosse para mim.
Como tal, é desde o início, o meu princípio não fazer peças iguais.
Por vezes posso fazer parecidas, nas de aço.
Nas peças feitas com pedras e muranos é mais difícil.

Dê valor a ter uma peça exclusiva, não ande com peças iguais a outras.

#PCA📿